Enade vai testar 450 mil estudantes este ano

25 02 2010

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) deverá avaliar cerca de 450 mil estudantes em 2010, segundo informações divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC) na noite da última terça-feira, 23. De acordo com o cronograma, a prova será aplicada no dia 7 de novembro, com início às 13 horas, no horário de Brasília.

Neste ano, serão avaliados cerca de 4,5 mil cursos de graduação de 14 áreas do conhecimento. Serão submetidos à prova do Enade estudantes dos cursos de bacharelado em Agronomia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional e Zootecnia.

Pela primeira vez, também serão avaliados estudantes dos cursos superiores de Tecnologia em Agroindústria, Agronegócios, Gestão Hospitalar, Gestão Ambiental e Radiologia. Cada instituição de ensino será responsável pela inscrição dos seus alunos no período de 2 a 31 de agosto.

De acordo com o MEC, estão habilitados ao Enade os estudantes ingressantes que, até o dia 2 de agosto, tiverem concluído entre 7% e 22% da carga horária mínima do curso e os estudantes concluintes que tenham concluído pelo menos 80% da carga horária mínima do currículo. Para os cursos superiores de tecnologia com carga horária mínima de até 2 mil horas, serão considerados ingressantes aqueles que tiverem concluído entre 7% e 25% da carga. Serão considerados concluintes aqueles que até o dia 2 de agosto tiverem concluído pelo menos 75% do currículo.

O Enade, antigo Provão, faz parte do sistema de avaliação da qualidade das instituições de ensino superior do Ministério da Educação. O objetivo é saber quanto a instituição agregou de conhecimento ao aluno. Além da prova, compõem a nota da universidade fatores como infraestrutura e corpo docente. Instituições com nota baixa são analisadas e podem até fechar.

Problemas – Em 2009, a prova, aplicada dia 8 de novembro, foi marcada por queixas de estudantes escalados para fazer os testes longe de casa e casos de universidades que ofereceram até pen drives de brinde aos estudantes que participassem da prova.

Houve ainda críticas a questões com conteúdo político-partidário, como a que trazia o comentário do presidente Luís Inácio Lula da Silva que classificou a crise financeira mundial como uma “marolinha”. Ao todo, o Enade teve ao total 54 questões anuladas nas provas.

Fonte: A Tarde Online


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: